Bolo de Milho Vegano

Bolo de Milho Vegano

Esse bolo de milho vegano é o bolo mais prático e fácil que eu faço e além de tudo é sem glúten!
É só bater tudo no liquidificador e assar.

Bolo de Milho Vegano

Bolo de Milho Vegano
Bolo de Milho Vegano

6 espigas de milho debulhadas (4 e 1/2 xícaras)
3/4 xícaras de açúcar
3/4 xícara de água
1/4 xícara de óleo
1 xícara de coco ralado

Coloque o milho, o açúcar, a água e o óleo no liquidificador e bata bem. Adicione o coco ralado e pulse o liquidificador algumas vezes, desligue e misture mais um pouco com uma colher.
Coloque a massa em uma assadeira untada com óleo, se quiser garantir e usar farinha pode.
Leve ao forno pré aquecido a 200 graus por 30-40 minutos ou até dourar bem.

Mungunzá (Canjica) Vegano

Mugunzá Canjica Vegano

Essa é a minha versão de mungunzá vegano, conhecido como canjica no sudeste.
Mungunzá é uma comida que foi muito presente na minha vida, eu sou nordestina e minha mãe tinha o costume de fazer para o jantar algumas vezes ao mês durante o ano todo. Pra mim além de uma comida de São João é uma comida do dia a dia também.
A diferença para o meu mungunzá e o que eu comia na infância é que eu uso algumas especiarias, aprendi a apreciar quando adulta e acho que melhora qualquer doce e qualquer comida. Se você quiser ou não tiver todas pode usar só o tradicional cravo e canela ou até fazer sem e polvilhar canela só na hora de servir.

Mugunzá (Canjica) Vegano

Mugunzá Canjica Vegano
Mugunzá Canjica Vegano

500 g de milho para mungunzá ou canjica demolhado por 12 horas
1 colher de sopa de canela
2 sementes de zimbro
4 dentes de cravo
12 bagas de cardamomo abertas
1 colher de chá de óleo
Água
1 xícara de açúcar
1/2 colher de chá de canela
1 litro de leite vegetal
1 colher de sopa de amido de milho dissolvido em 1/4 xícara de água

Escorra a água em que você deixou o milho de molho e coloque o milho na panela de pressão. Adicione a primeira colher de sopa de canela, o zimbro, o cravo e o cardamomo.
Cubra o milho com água deixando passar uns 2 a 3 dedos de água do nível do milho. Adicione o óleo.
Cozinhe o milho por 10 a 15 minutos depois de pegar a pressão, ou até que o milho esteja macio.
Abra a panela e junte o açúcar, o restante da canela e o leite vegetal. Deixe ferver.
Junte o amido de milho e deixe ferver até começar a encorpar.
Retire o mungunzá do fogo com o caldo ainda um pouco ralo, quando esfria o milho continua a absorver o caldo e pode ficar seco. Na hora de esquentar junte mais um pouco de leite vegetal ou água para que volte a ficar cremoso.

Pão Vegano Fácil

Pão Vegano Fácil

Pão vegano muito fácil de fazer para iniciantes em panificação. Macio e fofinho como pão comprado no supermercado, com boa durabilidade e econômico.
O vídeo tem todas as dicas para você não errar mais na hora de fazer pães. Você pode saborizar com especiarias, castanhas, frutas secas ou fazer com metade da farinha integral e transformar essa massa versátil em vários outros tipos de pães.

Pão Vegano Fácil

Pão Vegano Fácil
Pão Vegano Fácil

1 1/2 xícaras de água
1/4 xícara de óleo
1/2 xícara de açúcar
1 colher de sopa de fermento
4 1/2 xícaras de farinha de trigo
1 1/2 colheres de chá de sal

Em uma tigela junte a água*, o óleo, o açúcar e o fermento e misture bem. Adicione a farinha aos poucos e o sal e misture.
Leve a massa a uma bancada e sove por 10 minutos**.
Cubra a massa e deixe descansar por 1 hora ou até que a massa esteja bem crescida***.
Retire a massa da tigela com cuidado, modele e coloque em uma assadeira (eu usei uma assadeira de bolo inglês) e deixe fermentar por 1 hora ou até que esteja bem crescido.
Leve ao forno pré aquecido a 200 graus e asse até que o pão esteja bem dourado, mais ou menos 40 minutos.

* Tenha cuidado com a temperatura da água nas receitas de pão! Algumas receitas pedem água morna e algumas pessoas usam água muito quente, eu já fiz isso e perdi alguns pães.
A água quente mata as leveduras e o pão não cresce. Eu sempre uso água fria e dá certo.
**Essa massa é naturalmente grudenta, resista ao impulso de colocar farinha até a massa soltar da mão. Se ela estiver grudando muito durante a sova coloque um pouco de farinha na bancada pra ajudar. Outra dica é lavar as mãos quando elas estiverem muito grudentas e sujas de massa, volte a sovar com as mãos úmidas.
*** Só asse o seu pão se ele realmente estiver crescido. Se o pão não cresceu ele não vai ter um salto espetacular dentro do forno, se você assar mal fermentado vai ter um pão mal crescido e duro, até mesmo solado.
Deixe a massa crescer a vontade, nem que você tenha que esperar 4, 5 ou 6 horas, se o fermento estiver vivo a massa vai crescer de qualquer jeito.
Se a massa não cresceu o suficiente e você tiver que ir dormir embale bem, coloque na geladeira e asse no outro dia.
Fermentação lenta é até mais saudável e os pães são mais gostosos.